Moqueca de pupunha e banana-da-terra

O Sabores do fim de semana de hoje é uma moqueca de pupunha e banana-da-terra saborosa.

Você vai precisar de:

2 colheres (sopa) de azeite de dendê
1 xícara de cebola roxa cortada em rodelas
4 colheres (sopa) de manteiga de garrafa
2 xícaras de palmito pupunha fresco cortado em rodelas
sal a gosto
3 pimentões orgânicos pequenos (verde, amarelo e vermelho) cortados em rodelas
1 xícara de alho-poró cortado em rodelas
1 colher (sopa) de alga hijiki desidratada
1 xícara de leite de coco
2 xícaras de caldo de legumes
uma pitada de pimenta calabresa
¼ de colher (chá) de pimenta dedo-de-moça sem sementes picada
duas pitadas de chimichurri seco
duas pitadas de páprica defumada
1 xícara de tomate italiano cortado em rodelas
1 colher (chá) de gengibre ralado
1 xícara de molho de tomate
3 colheres (sopa) de requeijão cremoso
3 colheres (sopa) de biomassa de banana verde
1 colher (chá) de cúrcuma em pó
1 banana-da-terra cortada em rodelas
1 colher (chá) de mostarda de Dijon
1 colher (sopa) de coentro fresco picado
1 colher (sopa) de salsinha fresca picada
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado

Como fazer:

1. Aqueça o azeite de dendê e refogue a cebola até dourar. Reserve.
2. Na mesma panela, aqueça a manteiga de garrafa e doure a pupunha com um pouco de sal. Em seguida, acrescente os pimentões, o alho-poró e a alga e salteie por mais 1 minuto.
3. Junte o leite de coco, o caldo, as pimentas, o chimichurri, a páprica, o tomate, o gengibre, o molho de tomate, o requeijão, a biomassa e a cúrcuma e deixe ferver por 15-20 minutos, até encorpar bem.
4. Enquanto isso, doure a banana dos dois lados em uma frigideira com um fio de azeite. Adicione a mostarda, acerte o sal e desligue o fogo.
5. Junte a banana à panela com a moqueca e misture delicadamente. Sirva quente, espalhando o coentro e o queijo ralado por cima.

Essa e outras receitas você encontra no livro Brasilidades. São mais de 80 receitas de entradas, aperitivos, pratos principais e sobremesas que exaltam o sabor de frutas, verduras, legumes, grãos e sementes encontrados de norte a sul do país. Com belíssimas imagens que retratam fielmente o conceito orgânico e natural dos pratos, este livro é indispensável na biblioteca de quem gosta de comer bem.

Gostou? Não esqueça de compartilhar o resultado, quando preparar a receita, e nos marcar nas redes sociais (@editoraalaude)!