Leia mulheres

No Dia Internacional da Mulher, selecionamos alguns títulos que ajudam a entender e navegar um mundo onde os ventos nem sempre sopram a favor das mulheres. Confira:

Considerado o Freaknomics feminista, este livro questiona o modelo masculino do pensamento econômico. Aqui, a jornalista econômica Katrine Marçal explica como as bases teóricas da economia ignoram a mulher, cujo papel era provir o lar. Séculos depois, essa mesma lógica continua excluindo a mulher, que precisa fazer jornada dupla ao gerir carreira e família. Com linguagem envolvente e perspicaz e recheada de dados, a autora explica o funcionamento do mercado baseado na figura do homem econômico e defende que a única solução para uma sociedade mais igualitária é um pensamento econômico mais feminista.

Unindo feminismo e vegetarianismo, esta obra de Carol J. Adams vem transformando a maneira como milhares de pessoas enxergam o mundo desde o seu primeiro lançamento. Com argumentos sólidos e consistentes, o livro demonstra a estreita ligação entre a dominância masculina – e a consequente cultura de violência contra a mulher – e o ato de comer carne. A nova edição brasileira traz um novo posfácio com imagens que ajudam a sustentar a ideia defendida por Carol, à qual é impossível ficar indiferente. Assim, o livro é uma obra seminal e leitura obrigatória para refletir sobre as relações entre homens, mulheres e animais na luta por um mundo sem opressão.

Em tempos de isolamento social, muitas mulheres aproveitaram para cuidar da casa, mas descuidaram de si. Este livro ajuda a fazer uma reforma íntima, redecorar o interior da sua mente e criar o espaço perfeito para antigos sentimentos e novas emoções – sem bagunça, sujeira ou barulho. Imagine que a sua mente é como uma casa cheia de cômodos e perceba tudo o que está guardado ali: lembranças, decisões, alegrias, decepções, inseguranças, conquistas – toda a sua existência. Que tal arrumar tudo isso e transformar a sua mente no seu refúgio favorito? Então arregace as mangas e prepare-se para uma jornada de criatividade, inspiração e autoconhecimento que vai desentulhar a sua mente e revigorar a sua alma.

Em tempos de pandemia, quando muitas mulheres estão enfrentando jornadas duplas (ou triplas!), é preciso cuidar muito da saúde mental. Estar efetivamente consciente do mundo ao redor – sem deixar que ele o atropele – é o primeiro passo para retomar o controle da vida e reduzir o estresse do dia a dia. A partir de sua experiência como professora e orientadora em mosteiros zen, a doutora Jan Chozen Bays montou um programa de treinamento semanal, com lembretes e explicações detalhadas sobre os efeitos benéficos da atenção plena para o corpo e a mente. O resultado é um manual simples e bastante prático para você cultivar a presença consciente e conquistar uma vida mais plena.

Enquanto as notícias giram em torno de vacinas, cepas e infecções, a palavra mais importante por trás disso tudo é cura. As possibilidades de cura são mais abundantes do que imaginamos e podem desafiar os piores prognósticos. Este livro foca em pacientes com câncer que já não dispõem de opções tradicionais, mas seus exemplos de resiliência são indicados para quem sofre de qualquer mal, físico ou psicológico. Aliando ciência e sensibilidade, as histórias de cura deste livro ensinam uma lição de vida e esperança que, independentemente no nosso estado de saúde, nos inspira a viver de maneira mais plena. Abordando dieta, emoções, espiritualidade e outros fatores que afetam profundamente nossa saúde, Kelly Turner discute como nossas escolhas podem operar milagres.

A partir destas leituras, podemos entender que, mais do que parabéns, bombons ou um buquê de flores, neste 8 de março o que as mulheres (e todas as pessoas!) precisam é de respeito, oportunidades iguais e um mundo mais justo, Saiba mais sobre os livros em nosso site.