Dicas de leitura para o Carnaval

O carnaval está chegando! Com a pandemia, não vamos viajar nem aglomerar nos bloquinhos, certo? Então, que tal aproveitar o feriadão para colocar as leituras em dia? Para ajudar na sua escolha, nossa equipe fez uma lista de livros bem legais para você fugir da aglomeração e se refugiar nas páginas de uma boa companhia.

Indico Uma vida sem lixo, da Cristal Muniz. Esse livro me fez refletir muito sobre meus hábitos diários e sobre quanto lixo eu produzo. Foi acontecendo de forma sutil e sem radicalismos, aos poucos fui adotando algumas das técnicas que a Cristal ensina. E no final percebi que tem coisas que são muito mais fáceis de implementar do que a gente imagina. A sensação de leveza que vem com a mudança é indescritível e transformadora! Ainda não sou um exemplo perfeito, se é que ele existe, mas com certeza a leitura me deixou muito mais consciente das minhas escolhas e isso é essencial.

Um livro que eu indico é o Encontre sua verdade. Adorei! Traz uma série de palestras dadas durante um encontro entre Osho e seus alunos. Dia após dia, ele conduz os participantes a encontrar sua verdade, e não a do outro. A forma como foi escrito faz com que a gente se sinta frente a frente com Osho. Suas palavras levam à desconstrução de paradigmas e conduzem a uma reflexão profunda sobre o que verdadeiramente queremos para nossa experiência de vida. Esse livro é o porquê da meditação e uma ferramenta para o bem-estar da alma.

Minha dica de leitura é O lado invisível da economia, um livro fácil e rápido de ler que explica muito bem as relações entre o trabalho da mulher e o mercado, em especial o trabalho doméstico, que não é considerado “de verdade” porque não gera renda (a gente descobre que não é bem assim!) nem entra na conta das análises econômicas (mas deveria). Ao longo do livro, a autora mostra que é do interesse do capitalismo manter as mulheres nesse trabalho não remunerado, nessa jornada dupla ou tripla, de modo que elas cuidem de crianças e idosos, por exemplo, em vez de o Estado assumir essa responsabilidade e esses custos. O livro é muito esclarecedor!

Foi uma experiência única poder fotografar, diagramar e, acima de tudo, poder provar os 50 petiscos veganos criados pela Katia Cardoso. Descobrir os sabores do veganismo tem sido, de lá para cá, uma deliciosa aventura. Só tenha a agradecer à Editora Alaúde e, em especial, à Katia Cardoso pela parceria de longa data e pelas deliciosas horas que passamos juntos trabalhando na produção dessa obra fantástica – uma leitura obrigatória para quem ainda acha que a cozinha vegana não tem o mesmo sabor da cozinha tradicional. Aproveitem o feriado para provar estas receitas e fatalmente vão mudar de ideia!

Minha indicação é A política sexual da carne, livro fundamental para discutirmos a relação entre o vegetarianismo e os movimentos sociais feministas. A autora, Carol J. Adams, traça um paralelo entre o abuso sofrido por mulheres e a exploração dos animais, reflexo da sociedade patriarcal em que estamos inseridos. Publicado originalmente em 1990, a obra continua sendo terrivelmente atual.

Minha recomendação é a leitura do livro A revolução mindfulness. Nele, além de aprender exercícios práticos para iniciar a prática da atenção plena, a gente conhece os benefícios para a mente e a saúde em geral e o histórico que levou a técnica a ser reconhecida e adotada como terapia auxiliar para redução de estresse, depressão, dor crônica, entre outros problemas de saúde. Como tem muitas ilustrações, imagens e destaques, a leitura se torna ainda mais fluída e prazerosa.

E aí, qual será a sua leitura de Carnaval? Conte para a gente aqui nos comentários ou nas redes sociais.