3 dicas para conciliar boa alimentação e atividade física

Muitas pesquisas comprovam a importância de reservar um tempo para o exercício. Uma delas é o estudo Prática de Esporte e Atividade Física do Pnad 2015, divulgado pelo IBGE em 2017: 38,2% dos brasileiros que não praticam esportes declararam que a falta de tempo é o principal motivo. Mas como conciliar trabalho, treinos e se organizar para obter sucesso nas competições esportivas e mesmo no seu dia a dia?

Quando se fala de organização, não se trata apenas de reservar um horário na agenda para o treino ou a academia. Organização também tem a ver com o tempo que você vai passar escolhendo e preparando os alimentos certos para ter força e energia.

A dica de sucesso da nutricionista e consultora Bruna Pavão, autora de Receitas para esportistas, é ter em mente estes três conceitos: simplicidade, variedade e planejamento. Confira:

Simplicidade: O lance para aliar uma boa alimentação com sabor é não inventar muita moda na hora de cozinhar; foque na praticidade e na eficiência. Escolha ingredientes que tragam resultados mais imediatos, como o pó de guaraná, por exemplo, que você pode usar no preparo de barrinhas energéticas para comer no pré-treino.

Variedade: Valorize os ingredientes locais. Tente experimentar um alimento novo todo mês. O Brasil tem uma variedade muito grande de alimentos naturais, e não cair na mesmice é muito importante para não enjoar das receitas e abandonar a boa alimentação.

Planejamento: Monte uma agenda semanal do que você pretende consumir. Escolha um ou dois dias da semana para fazer as compras e organizar a despensa. Já deixe algumas etapas adiantadas, por exemplo, cozinhando legumes ou deixando as leguminosas de molho, como grão-de-bico, feijão e lentilha.

Colocar ordem na rotina e na despensa é tão importante quanto seguir uma alimentação saudável, porque a organização tem o poder de determinar seu sucesso onde quer que você pratique seu esporte preferido – na pista de corrida, na piscina, na academia, na quadra ou no tatame. É sempre bom sublinhar que comida saudável não rima com sabor insípido e sem graça. Mesmo quando é adequada para a prática de esporte, ela pode ser gostosa e nutritiva.

Este conteúdo foi extraído do livro Receitas para esportistas. Gostou? Deixe seus comentários e sugestões e marque a gente nas redes sociais da @editoraalaude com a hashtag #ReceitasParaEsportistas. Bom apetite!