5 filmes para pensar a Amazônia

Hoje é o Dia da Amazônia, data criada para chamar a atenção das populações para o maior e mais importante bioma do planeta, uma floresta tropical que se estende por 4 milhões de quilômetros quadrados e abrange Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Paraguai, Peru, Suriname e Venezuela.

Segundo notícia publicada ontem no portal Exame, porém, há pouco que ser comemorado, pois o desmatamento da floresta no mês de agosto passado foi o maior do ano e o segundo maior desta década que está chegando ao fim. Para vegetarianos e veganos, em especial, a notícia choca ainda mais, pois boa parte desse desmatamento é causada pela criação de gado de corte, ou seja, para assegurar a produção da carne.

Durante muitos anos, muitos antropólogos, historiadores, cineastas e outros indianistas viajaram pela Amazônia para conhecer melhor os povos que lá viviam (entre os quais tribos que resistem até hoje) e registrar seus costumes e sua cultura, em especial para que não se perdessem em meio ao turbilhão de acontecimentos do último século.

Essas interações deram origem a diversos registros em foto e vídeo, e alguns deles fazem parte da Mostra Ecofalante, um dos mais importantes eventos audiovisuais sul-americanos dedicados a temas socioambientais.

A programação da mostra vai até o dia 20 de setembro e dela destacamos No meio do rio, entre as árvores, de Jorge Bodanzky (2009) e alguns outros filmes que falam sobre a Amazônia. Confira os trailers:

Martírio, de Vincent Carelli, Ernesto de Carvalho, Tatiana Almeida (2016)

Corumbiara, de Vincent Carelli (2009)

No rio das amazonas, de Ricardo Dias (1995)

Sob a pata do boi, de Márcio Isensee e Sá (2018)

E aí, já assistiu a algum desses filmes? Incluiu algum deles na sua lista? Conte para a gente aqui nos comentários!