Pãezinhos de mandioquinha

Muito fáceis de fazer, estes pãezinhos combinam apenas três ingredientes (mandioquinha, polvilho doce e polvilho azedo) com os temperinhos que já temos em casa (azeite e sal). É uma receita prática e deliciosa para o café da manhã ou o lanche da tarde.

Esta receita faz parte do livro A cozinha vegetariana de Astrid Pfeiffer e tem a vantagem de não conter glúten nem lactose, sendo indicada para alérgicos ou intolerantes.

Nutricionista com pós-graduação em nutrição clínica funcional e nutrição esportiva funcional, Astrid indica que a receita é rica em magnésio, fósforo e potássio. Ela ainda explica que o betacaroteno, responsável pela coloração amarelada da mandioquinha, tem ação antioxidante, efeito desintoxicante, alcalinizante e anti-inflamatório e também previne alguns tipos de câncer.

Para variar o sabor, a dica é usar ervas frescas picadas ou outros temperos, como cúrcuma.

Pãezinhos de mandioquinha

  • 5 mandioquinhas (batatas-baroas) pequenas (364 g)
  • 3½ xícaras de água fervente (700 ml)
  • 1¼ xícara de polvilho doce (132 g)
  • ½ xícara de polvilho azedo (70 g)
  • 1 colher (chá) rasa de sal marinho (6 g)
  • 3 colheres (sopa) de azeite de oliva (30 g)

Descasque e pique as mandioquinhas. Coloque-as em uma panela média (atenção, pois quanto maior a panela, mais rápido a água secará), junte a água fervente e cozinhe por 15 minutos com a tampa semiaberta.

Deixe a mandioquinha esfriar um pouco e coloque-a em uma vasilha. Amasse-a com as mãos e acrescente o restante dos ingredientes (a mandioquinha deve estar morna). Misture bem e vá adicionando a água do cozimento aos poucos, trabalhando a massa até que não grude mais nos dedos.

Modele bolinhas de tamanho médio e coloque-as em uma assadeira untada com óleo. Leve ao forno alto (230 °C), preaquecido, e asse por cerca de 40 minutos. Sirva quente.